Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Youtubeplay db0358e6953f0d0ec2cd240bca6403729d73b33e9afefb17dfb2ce9b7646370a

Política Institucional sobre drogas e outras dependências

Logo Jornal

Publicação da Assessoria de Comunicação da Universidade Federal de Goiás 
ANO VII – Nº 59 – JUNHO – 2013

Política Institucional sobre drogas e outras dependências é apresentado

Universidade firma posicionamento ao incluir em sua Política Institucional a tarefa de promover estudos e pesquisas que orientem reflexões e, consequentemente, intervenções sobre a problemática das drogas

Texto: Erneilton Lacerda e Júlia Mariano| Fotos: Carlos Siqueira

Com o intuito de inserir a UFG nas questões referentes ao uso e abuso de drogas, foi formada em abril de 2012 uma comissão para elaboração de uma Política Institucional sobre Drogas na UFG. Essa comissão, presidida pelo vice-reitor da UFG, professor Eriberto Francisco Bevilaqua Marin, reuniu-se mensalmente promovendo discussões sob vários pontos de vista, por contar com profissionais de diversas áreas, como a Pró-reitoria de Assuntos Comunitários (Procom), o Centro Regional de Referência para Formação Permanente sobre Drogas (CRR), o Núcleo de Estudos e Coordenação de Ações para a Saúde do Adolescente (Necasa), o Saudavelmente, a Ouvidoria, a Assessoria de Comunicação (Ascom), o Instituto de Ciências Biológicas (ICB), a Escola de Música e Artes Cênicas (Emac), a Faculdade de Enfermagem (FEN), a Faculdade de Educação (FE) e a Faculdade de Farmácia (FF).

A comissão iniciou seus trabalhos tendo como base uma minuta já elaborada em 2010 pela Comissão de Estudos sobre Drogas na UFG, sob a presidência da coordenadora do CRR, professora Tânia Maria da Silva. Durante as reuniões da comissão, foram estruturadas, em uma agenda de trabalho, ações que envolvem o tripé universitário de ensino, pesquisa e extensão. Em comum, essas ações buscam a ampliação do diálogo e a construção de estratégias coletivas para a abordagem da problemática das drogas e outras dependências na UFG; a promoção de ambientes saudáveis que contribuam com o bem estar bio-psico-socio-cultural da comunidade universitária, além de incentivar a prática de abordagens multidisciplinares, de estratégias intersetoriais e de comunidades saudáveis.

Entrega da Proposta

No dia 18 de junho o vice-reitor da Universidade Federal de Goiás, Eriberto Francisco Bevilaqua Marin, apresentou o Plano de Política Institucional sobre Drogas e outras Dependências, no Centro de Cultura e Eventos Professor Ricardo Freua Bufaiçal. Ele esclareceu que, apesar de ser apresentado, o documento continua em fase de elaboração, devido à complexidade do tema. “Esta é uma versão em aberto, o que significa que está suscetível a alterações. Acredito que os debates realizados pelo grupo de discussão foram essenciais para que pudéssemos apresentar o Plano da maneira em que está elaborado”, afirma ele, mas deixando clara a necessidade da participação de toda a comunidade na construção do documento.

Presente na apresentação do plano, o reitor da UFG, Edward Madureira Brasil, relembrou o primeiro encontro que resultou na formação da comissão. “É uma alegria muito grande ver esse trabalho concluindo uma fase importante. Desde a primeira reunião, pude perceber a importância desse projeto”. O reitor destacou ainda as cobranças sociais por respostas a diversas questões, entre elas, a dependência química. “A resposta pode não ser instantânea, mas quando a UFG constrói um trabalho, ela o faz de maneira responsável e sólida, como se comprova com este plano”.

Edward Madureira Brasil disse que, a partir de agora, em Goiás, a referência para a questão das drogas passa a ser este grupo e finalizou ressaltando o atual papel das universidades brasileiras em propor políticas públicas: “a UFG tem ido além da propositura, já que, em casos como estes, a universidade contribui também para a aplicação destas políticas públicas”.

 

painel

Cartaz elaborado por estudantes da UFG sobre o conceito de saúde mental durante a primeira oficina do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (Pet Saúde) em março de 2011

 

Parcerias interinstitucionais

Para a aplicação das ações planejadas no Plano de Política Institucional, é imprescindível que sejam firmadas parcerias com instituições que possam financiá-las. Nesse âmbito, foi implantado em 2011 o CRR – UFG, por meio de aprovação em Edital da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) do Ministério da Justiça, que aprovou a criação de 39 CRRs no país. No âmbito da UFG, trata-se de um projeto de extensão cuja finalidade é formar e qualificar profissionais que lidam com usuários de crack e outras drogas nas áreas da Saúde (SUS), da Assistência Social (SUAS), da Segurança Pública, do Poder Judiciário e do Ministério Público.


Também foi realizado em 2012 o “Seminário sobre Drogas na UFG: Políticas e Ações” no qual foi assinado o Acordo de Cooperação Técnica celebrado entre a UFG e o Ministério Público do Estado de Goiás com a finalidade de inserir a UFG no Programa Interação. No termo de cooperação, a UFG se compromete a desenvolver ações para capacitação de profissionais que atendem dependentes químicos, com apoio técnico e financeiro do Ministério Público.

A Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG) destinou R$ 4,4 milhões de recursos do Tesouro do Estado para 32 projetos aprovados no âmbito do Edital 06/2012. Quatro grandes áreas foram definidas para as pesquisas: Caracterização de usuários de drogas ilícitas e do álcool em diferentes segmentos sociais; Avaliação da Rede Socioassistencial; Atenção clínica ao usuário de drogas ilícitas e do álcool e Tecnologias de enfrentamento do tráfico de drogas. Entre os aprovados, 21 projetos que poderão contribuir para a definição de políticas públicas visando a minimizar o problema das drogas em Goiás foram propostos por pesquisadores da UFG, alguns deles membros da comissão para elaboração da Política Institucional sobre Drogas da UFG. “Isso demonstra o quanto valeu a pena a dedicação dos membros da comissão que participaram da seleção”, afirmou Eriberto Francisco, vice-reitor da UFG.

 

Categorias : Política institucional drogas plano

Arquivos relacionados Tamanho Assinatura digital do arquivo
pdf p.5 953 Kb 1ca109cd69d250ee1a11dcefe808f22f
Lista de pesquisas sobre dogras FAPEG 26 Kb dfff2544aa2070a06fcbd3a5967e363e
Listar Todas Voltar