Weby shortcut
Youtubeplay
Editorial

Pensar e sentir

Matéria de capa fala sobre alternativa de relacionamento mais harmônico entre homem e natureza

Luiz Felipe Fernandes*

Esta edição do Jornal UFG está sensorial. A matéria de capa é sobre a permacultura – uma alternativa de relacionamento mais harmônica entre seres humanos e natureza, de forma a gerar menos impactos ambientais. A reportagem aborda iniciativas da Regional Jataí da UFG, que disponibiliza o Núcleo Livre sobre Permacultura e Sistemas Agroflorestais, e da Regional Goiânia, que promove ações e atividades voltadas a esses princípios. São propostas que extrapolam o meio acadêmico e que retomam os verdadeiros princípios da sustentabilidade – conceito banalizado no discurso contemporâneo.

Sensibilidade no relacionamento com a natureza  é também sensibilidade no relacionamento com o outro. O Setembro Amarelo nos convida a refletir sobre o suicídio, cuja prevenção passa pela disposição em escutar aqueles que nos cercam, de forma a perceber que alguma coisa não vai bem. A empatia – outra palavra bastante utilizada atualmente – envolve também o falar sobre o assunto. Especialistas consultados para a matéria reforçam a necessidade de superar esse tabu e discutir o assunto com honestidade e atenção.

O setembro que nos incentiva a exercer a empatia é também o mês que faz recordar o acidente radiológico com o Césio-137, que completa 30 anos. Chamamos a atenção para a participação de Natercio Ivo da Paixão na mesa-redonda que discute o assunto. Natercio era servidor do Consórcio Rodoviário Intermunicipal (Crisa) na época do acidente e trabalhou na retirada dos rejeitos. Três décadas depois, revela descaso na assistência às vítimas e clama para que o episódio não caia no esquecimento.

Na área da pesquisa e da extensão, outras duas reportagens têm a música como pano de fundo. Na Regional Goiás, o projeto Audição - a música ensina cria narrativas audiovisuais para refletir sobre diferentes assuntos. Já o rock é tema de duas pesquisas realizadas na  Escola de  Música  e Artes Cênicas (Emac). A reportagem é assinada pela jornalista Adriana Silva, bolsista de fotografia da Assessoria de Comunicação da UFG que estreia como repórter nas páginas do jornal. As pesquisas abordam o estilo musical em diferentes perspectivas e ainda retrata o cenário do rock em Goiás.

E por que não aguçar também nosso paladar falando da goianíssima pamonha? Pesquisa do mestrado em Sociologia investigou a identidade do pamonheiro e as relações de sentido estabelecidas pelos profissionais que produzem esse prato tão apreciado. Portanto, nesta edição, convidamos você, leitor, a ir além do pensar. Fazemos um convite ao  sentir!

Adriana Silva

*Coordenador de jornalismo da Ascom

Fonte : Ascom UFG

Categorias : editorial Edição 90

Listar Todas Voltar